sábado, 4 de agosto de 2018

Missa do dia 02/09/2018 - 22º Domingo do Tempo Comum - Ano B

MÊS DA BÍBLIA

    
CANTO INICIAL
                 
A Bíblia é a palavra de Deus

A bíblia é a palavra de Deus semeada no Meio do povo, que cresceu, cresceu e nos transformou, ensinando-nos viver num Mundo novo.

Deus é bom, nos ensina a viver. Nos revela o caminho a seguir. Só no amor partilhando seus dons, sua presença iremos sentir.

Somos povo, o povo de Deus, e formamos o reino de irmãos. E a palavra que viva nos guia e alimenta A nossa união.
                                                                        
                                                                             


CANTO DE PERDÃO
1. Senhor, tende piedade e perdoai a nossa culpa! E perdoai a nossa culpa!
Porque nós somos vosso povo, que vem pedir vosso perdão!
2. Cristo, tende piedade e perdoai a nossa culpa! E perdoai a nossa culpa!
3. Senhor, tende piedade e perdoi a nossa culpa! E perdoai a nossa culpa!
                                                                              

HINO DO GLÓRIA
Glória, glória, anjos no céu cantam todos seu amor! E na terra, homens de paz: “Deus merece o louvor!”
1. Deus e Pai nós vos louvamos, adoramos bendizemos, damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!
2. Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai, Vós, de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
3. Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
4. Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor, com o Espírito divino, de Deus Pai no esplendor!



ENTRADA DO LIVRO DA PALAVRA 
Fazei ressoar a Palavra de Deus em todo lugar! (bis)
1. Na cultura, na história, vamos expressar, levando a Palavra de Deus em todo o lugar. Vamos lá!
2. Na cultura popular, vamos catequizar, celebrando fé e vida em todo lugar. Vamos lá!
3. O Evangelho é a Palavra, que Deus Pai proclamou. Só Ele é o Caminho, Verdade, Vida e amor. Vamos lá!

LITURGIA DA PALAVRA
PRIMEIRA LEITURA
LEITURA DO LIVRO DO DEUTERONÔMIO (4, 1-2.6-8)
Moisés falou ao povo, dizendo: 'Agora, Israel, ouve as leis e os decretos que eu vos ensino a cumprir, para que, fazendo-o, vivais e entreis na posse da terra prometida pelo Senhor Deus de vossos pais. Nada acrescenteis, nada tireis, à palavra que vos digo, mas guardai os mandamentos do Senhor vosso Deus que vos prescrevo. Vós os guardareis, pois, e os poreis em prática, porque neles está vossa sabedoria e inteligência perante os povos, para que, ouvindo todas estas leis, digam: 'Na verdade, é sábia e inteligente esta grande nação! Pois, qual é a grande nação cujos deuses lhe são tão próximos como o Senhor nosso Deus, sempre que o invocamos? E que nação haverá tão grande que tenha leis e decretos tão justos, como esta lei que hoje vos ponho diante dos olhos? Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL (14)
Senhor, quem morará em vossa casa e no vosso monte santo, habitará? (bis)
- É aquele que caminha sem pecado e pratica a justiça fielmente; que pensa a verdade no seu íntimo e não solta em calúnias sua língua.
- Que em nada prejudica o seu irmão, nem cobre de insultos seu vizinho; que não dá valor algum ao homem ímpio, mas honra os que respeitam o Senhor.
- Não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar contra o inocente. Jamais vacilará quem vive assim!

                                                                                  
SEGUNDA LEITURA
LEITURA DA CARTA DE SÃO TIAGO (1, 17-18.21b-22.27)
Irmãos bem-amados: Todo dom precioso e toda dádiva perfeita vêm do alto; descem do Pai das luzes, no qual não há mudança, nem sombra de variação. De livre vontade ele nos gerou, pela Palavra da verdade, a fim de sermos como que as primícias de suas criaturas. Recebei com humildade a Palavra que em vós foi implantada, e que é capaz de salvar as vossas almas. Todavia, sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Com efeito, a religião pura e sem mancha diante de Deus Pai, é esta: assistir os órfãos e as viúvas em suas tribulações e não se deixar contaminar pelo mundo. Palavra do Senhor.

CANTO DE ACLAMAÇÃO
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
1. Deus, nosso Pai, nesse seu imenso amor, foi quem gerou-nos com a Palavra da verdade, nós, as primícias do seu gesto criador!
                                                                                       

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO MARCOS (7, 1-8. 14-15.21-23) 
Naquele tempo, os fariseus e alguns mestres da Lei vieram de Jerusalém e se reuniram em torno de Jesus. Eles viam que alguns dos seus discípulos comiam o pão com as mãos impuras, isto é, sem as terem lavado. Com efeito, os fariseus e todos os judeus só comem depois de lavar bem as mãos, seguindo a tradição recebida dos antigos. Ao voltar da praça, eles não comem sem tomar banho. E seguem muitos outros costumes que receberam por tradição: a maneira certa de lavar copos, jarras e vasilhas de cobre. Os fariseus e os mestres da Lei perguntaram então a Jesus: 'Por que os teus discípulos não seguem a tradição dos antigos, mas comem o pão sem lavar as mãos?' Jesus respondeu: 'Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas, como está escrito: 'Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. De nada adianta o culto que me prestam, pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos'. Vós abandonais o mandamento de Deus para seguir a tradição dos homens'. Em seguida, Jesus chamou a multidão para perto de si e disse: 'Escutai todos e compreendei: o que torna impuro o homem não é o que entra nele vindo de fora, mas o que sai do seu interior. Pois é de dentro do coração humano que saem as más intenções, imoralidades, roubos, assassínios, adultérios, ambições desmedidas, maldades, fraudes, devassidão, inveja, calúnia, orgulho, falta de juízo. Todas estas coisas más saem de dentro, e são elas que tornam impuro o homem'. Palavra da Salvação.

RESPOSTA ÀS PRECES 
Ó Senhor, Senhor neste dia, escutai nossa prece.

                                                                       

CANTO DAS OFERENDAS
1. O pão e o vinho são os frutos dessa terra e do trabalho que a mão humana empreendeu. Eles contêm toda força e energia. São os dons da natureza criada por Deus.
Bendito seja o Senhor da Criação pelo vinho e pelo pão neste Santo Altar. Por nossa vida a serviço dos irmãos ela é dom, é doação de quem vive para amar.
2. O pão e o vinho se traduzem em nossa vida. A alegria, o sofrimento ou os frutos seus. Neles estão todo clamor e a esperança. De um mundo novo no projeto do bondoso Deus.
3. No pão e o vinho está a plena ação de graças. Traduzida em louvor e gratidão. Ao Senhor que nos acolhe e nos envolve. Em sua graça, em seu terno coração.


                                                                                            
CANTO DAS OFERENDAS (2)
Meu coração é para Ti, Senhor. (3x) Meu coração é para Ti.
1. Porque Tu me deste a vida, porque Tu me deste o existir, porque Tu me deste o caminho, me deste o amor.
2. Pão e vinho são para Ti Senhor...A minha vida é para Ti. Meu coração é para Ti...



ABRAÇO DA PAZ 
Esteja sempre com você a paz do Senhor Jesus. (3x)
Esteja sempre com você, meu irmão, a paz do Senhor Jesus!



HINO AO CORDEIRO
1. Ó Cordeiro de Deus. Ó Cordeiro de Deus. Ó Cordeiro de Deus. Morreste por causa de nós, foste imolado no nosso lugar. Por isso tende piedade, tende piedade, piedade de nós. (bis)
2. E dai-nos a paz, e dai-nos a paz, e dai-nos a paz, Cordeiro de Deus!



                                                                                 
CANTO DE COMUNHÃO
Feliz o homem que ama o Senhor e segue seus mandamentos. O seu coração é repleto de amor, Deus mesmo é seu alimento.
1. Feliz o que anda na lei do Senhor, e segue o caminho que Deus lhe indicou. Terá recompensa no Reino do céu, porque muito amou.
2. Feliz quem se alegra em servir o irmão, segundo os preceitos que Deus lhe ensinou. Verá maravilhas de Deus, o Senhor, porque muito amou.
3. Feliz quem confia na força do bem, seguindo os caminhos da paz e o perdão. Será acolhido nos braços do Pai, porque muito amou.



CANTO FINAL 
1. Um dia uma criança me parou, olhou-me nos meus olhos a sorrir. Caneta e papel na sua mão, tarefa escolar para cumprir. E perguntou no meio de um sorriso: o que é preciso para ser feliz?
Amar como Jesus amou sonhar como Jesus sonhou. Pensar como Jesus pensou, viver como Jesus viveu. Sentir o que Jesus sentia, sorrir como Jesus sorria e ao chegar ao fim do dia eu sei que eu dormiria muito mais feliz. (bis)
2. Ouvindo o que eu falei ela me olhou, e disse que era lindo o que eu falei. Pediu que eu repetisse, por favor, que não falasse tudo de uma vez. E perguntou de novo num sorriso: o que é preciso para ser feliz?
3. Depois que eu terminei de repetir, seus olhos não saíram do papel. Toquei no seu rostinho a sorrir, pedi que ao transmitir fosse fiel. E ela deu-me um beijo demorado e ao meu lado foi dizendo assim.


Fonte:
http://catedralcolatinacantos.blogspot.com
www.coralsjbatista.com.br
Imagem em: https://jusac.wordpress.com/2012/02/07/palavra-de-salvacao-mc-71-13/


Missa do dia 26/08/2018 - 21º Domingo do Tempo Comum - Ano B

Ano B
Mês vocacional – Dia Nacional do Catequista
Vocação para os ministérios e 
serviços na comunidade

ENTRADA1. Um dia escutei teu chamado, divino recado batendo no coração. Deixei deste mundo as promessas e fui bem depressa no rumo da tua mão.
Tu és a razão da jornada, tu és minha estrada, meu guia e meu fim! No grito que vem do teu povo, te escuto de novo chamando por mim.
2. Os anos passaram ligeiro, me fiz um obreiro do Reino de paz e amor. Nos mares do mundo navego e às redes me entrego, tornei-me teu pescador.
3. Embora tão fraco e pequeno, caminho sereno com a força que vem de ti. A cada momento que passa, revivo esta graça de ser teu sinal aqui.                                                                    

ATO PENITENCIAL1. Senhor, vós sois o caminho, guiai-nos ao Pai com carinho. De nós tende piedade! Senhor, tende piedade!
2. Ó Cristo, sois a verdade, enchei-nos de caridade. De nós tende piedade! Ó Cristo, tende piedade!
3. Senhor, vós sois nossa vida, buscais a ovelha perdida. De nós tende piedade! Senhor, tende piedade!
                                                                  
Hino de Louvor:Gloria – Paulo L. Domingos
                                                                  


SALMO RESPONSORIAL -  67 (68)
Provai e vede quão suave é o Senhor! (bis)
- Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!
- O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, e seu ouvido está atento ao seu chamado; mas Ele volta a sua face contra os maus, para da terra apagar sua lembrança.
- Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta e de todas as angústias os liberta. Do coração atribulado Ele está perto e conforta os de espírito abatido.
- Muitos males se abatem sobre os justos, mas o Senhor de todos eles os liberta. Mesmo os seus ossos Ele os guarda e os protege, e nenhum deles haverá de se quebrar.
- A malícia do iníquo leva à morte, e quem odeia o justo é castigado. Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos, e castigado não será quem Nele espera.
                                                            
                                                                                                
                                                                                                  

Entrada da Palavra: 

Quando chegou a palavra
Pe. Zezinho
Tom: D
     D         A7             Bm
A palavra do Senhor quando chegou
A/C#      D        G       D
Desinstalou       meu coração
     D                   A7          Bm
Ao chegar, desafiou-me a exigir
A/C#      (Bm A G)            D
Uma resposta de  sim  ou  não

   G                  Em     G           Em
È fácil dizer sim, é fácil dizer não
        G                        Em    G              D   Em
Mas dói depois do sim, dói depois do não
F#m      Bm          E4 E
A.... Palavra do Senhor
                   Em            (F# G A)
Depois que ela passou nada mais
 A                           D
Será do jeito que já foi

Música: https://goo.gl/S1bb8s           
                                                                 

Aclamação: Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia!

1. Ó Senhor, tuas palavras são espírito e vida; / as palavras que tu dizes bem que são de eterna vida.
                                                    


Canto de preparação das oferendas: A mesa santa
A mesa santa que preparamos,
Mãos que se elevam a Ti, Ó Senhor.
O pão e o vinho, frutos da Terra,
Duro trabalho, carinho e amor:

Ô,ô,ô, recebe, Senhor!
Ô,ô, recebe, Senhor!

Flores, espinhos, dor e alegria,
Pais, mães e filhos diante do altar.
A nossa oferta em nova festa,
A nossa dor vem, Senhor, transformar

A vida nova, nova família,
Que celebramos aqui tem lugar.
Tua bondade vem com fartura
É só saber, reunir, partilhar. 
                                                             

Santo:
Santo – Irmã Miria
                                                               

Canto da comunhão –O Meu reino1 - O meu Reino tem muito a dizer, não se faz como quem procurou, aumentar os celeiros bem mais e sorriu. Insensato, que vale tais bens, se hoje mesmo terás o teu fim? Que tesouros tu tens pra levar além.

Sim senhor, nossas mãos vão plantar o teu reino.
O teu pão vai nos dar teu vigor, tua paz.

2 - O meu reino se faz bem assim: Se uma ceia quiseres propor, não convide amigos, irmãos e outros mais. Sai à rua a procura de quem não puder recompensa te dar, que o teu gesto lembrado será por Deus.

3 - O meu reino quem vai compreender? Não se perde na pressa que tem, sacerdote e levita que vão se cuidar. Mas, se mostra em quem não se contem, se aproxima e procura o melhor para o irmão agredido que viu o chão.

4 - O meu reino não pode aceitar, quem se julga maior que os demais por cumprir os preceitos da lei, um a um a humilde de quem vai além e se empenha e procura o perdão, é o terreno onde pode brotar a paz.
 
5 - O meu reino é um apelo que vem, transformar as razões do viver, que te faz desatar tantos nós que ainda tens. Dizer sim é saberes repor tudo quanto prejuízo causou, dar as mãos, repartir, acolher, servir!
                                                                    

FinalVamos em paz

Refrão: Vamos em paz, e o Senhor nos acompanhe para sempre./ Nossa missão e construir um mundo novo, mais irmão.

1. Vamos repartir mais alegria num mundo que se esvazia do sentido de viver./ Vamos crer na força da verdade. Para que a humanidade sinta a vida renascer.

2. Vamos neste mundo de incerteza defender com mais firmeza o calor da união./ Onde não houver fraternidade levemos nossa amizade em verdadeira comunhão.
                                                             

Missa do dia 19/08/2018 - Assunção de Nossa Senhora - Ano B



Mês vocacional – Vocação à vida consagrada:
 religiosos, religiosas e consagrados seculares




La asunción de la virgen - Eugenio Cajés, 1603

ENTRADADe alegria vibrei no Senhor                                                                    


ATO PENITENCIALPerdão Piedade de Nós
                                                               

Hino de Louvor:
Gloria a Deus
                                                               

SALMO RESPONSORIAL -  44 (45)
À vossa direita se encontra a rainha, com veste esplendente de ouro de Ofir.

 As filhas de reis vêm ao vosso encontro, / e à vossa direita se encontra a rainha / com veste esplendente de ouro de Ofir.

Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: / “Esquecei vosso povo e a casa paterna! / Que o Rei se encante com vossa beleza! / Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

Entre cantos de festa e com grande alegria, / ingressam, então, no palácio real”.
                                                                  

Aclamação: Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia!

Maria é elevada ao céu; / alegrem-se os coros dos anjos.
                                                             

Canto de preparação das oferendas: É grande o Senhor
                                                                   


Santo:
Santo – Frei Luis Turra
                                                               

Canto da comunhão –Povo de Deus foi assim

1. Povo de Deus, foi assim: Deus cumpriu a palavra que
diz: "Uma virgem irá conceber", e a visita de Deus me
fez mãe!  Mãe do Senhor, nossa mãe, nós queremos
contigo aprender / A humildade, a confiança total, e
escutar o teu Filho que diz:

Refrão:
Senta comigo à minha mesa, nutre a esperança, reúne
os irmãos! Planta meu reino, transforma a terra, 
mais que coragem, tens minha mão!

2. Povo de Deus foi assim: nem montanha ou distância
qualquer / Me impediu de servir e sorrir. Visitei com
meu Deus. Fui irmã!  Mãe do Senhor, nossa mãe, nós
queremos contigo aprender / Desapego, bondade, teu
sim, e acolher o teu Filho que diz:

(Refrão)

3. Povo de Deus, foi assim: meu menino cresceu e
entendeu, Que a vontade do Pai conta mais, e a
visita foi Deus quem nos fez. / Mãe do Senhor, nosso
mãe, nós queremos contigo aprender / A justiça, a
vontade do Pai, e entender o teu Filho que diz:

(Refrão)

4. Povo de Deus, foi assim: da verdade jamais se
afastou. Veio a morte e ficou nosso pão. Visitou-nos
e espera por nós! / Mãe do Senhor, nossa mãe, nós
queremos contigo aprender / A verdade, a firmeza, o
perdão, e seguir o teu Filho que diz:

(Refrão)

                                                         

Final
Se Maria, vais comigo