segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Missa do 22º Domingo do Tempo Comum - Ano A


Ano A
“TOME SUA CRUZ E SIGA-ME!”
Mês da Bíblia.

Entrada: 
Deus nosso Pai Protetor
(20º ao 23º DTC Ano A)
                                                              



Perdão 

ATO PENITENCIAL
Por nossas fraquezas humanas
Por nossas fraquezas humanas, Senhor tende piedade!
Por nosso injusto egoísmo, Senhor tende piedade!

Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!
Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!

Porque eu não fui solidário, Senhor tende piedade!
Porque fomos indiferentes, Senhor tende piedade!

Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!
Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!
                                                                  

Hino de Louvor:
Glória, glória anjos no céu
                                                         
Salmo:  62 (63) R: A minh’alma tem sede de vós como a terra sedenta, ó meu Deus!

• Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!/ Desde a aurora ansioso vos busco! / A minh’alma tem sede de vós, / minha carne também vos deseja, /como terra sedenta e sem água!

• Venho, assim, contemplar-vos no templo, / para ver vossa glória e poder. / Vosso amor vale mais do que a vida: / e por isso meus lábios vos louvam.

• Quero, pois, vos louvar pela vida / e elevar para vós minhas mãos! / A minh’alma será saciada, / como em grande banquete de festa; / cantará a alegria em meus lábios, / ao cantar para vós meu louvor.

• Para mim fostes sempre um socorro; / de vossas asas à sombra eu exulto! / Minha alma se agarra em vós; / com poder vossa mão me sustenta.
                                                            
                                                           
Aclamação: 
(20º e 22º DTC Ano A)
Que o Pai do Senhor Jesus Cristo nos dê do saber o espírito, conheçamos, assim, a esperança à qual nos chamou, como herança!                                                                    

 
Ofertório: 
A Liberdade Haverá.
(22º ao 26º DTC Ano A)
    
                                                             
1. As mesmas mãos que plantaram a semente aqui estão
O mesmo pão que a mulher preparou aqui está
O vinho novo que a uva sangrou jorrará no nosso altar!

Ref.: A liberdade haverá, a igualdade haverá
E nesta festa onde a gente é irmão
O Deus da vida se faz comunhão!(BIS)

2. Na flor do altar o sonho da paz mundial
A luz acessa é fé que palpita hoje em nós
Do livro aberto o amor se derrama total no nosso altar!

3. Bendito sejam os frutos da terra de Deus
Benditos sejam o trabalho e a nossa união
Bendito seja Jesus que conosco estará além do altar!
                                                                                      
Santo
Santo vamos proclamar
                                                             

Comunhão:É bom estarmos juntos
(20º ao 22º DTC ano A)

Letra e Música: Ir. Míria T. Kolling
1. É bom estarmos juntos
à mesa do Senhor
e unidos na alegria
partir o pão do amor.

Na vida caminha
quem come deste pão.
Não anda sozinho
quem vive em comunhão.

2. Embora sendo muitos,
é um o nosso Deus.
Com ele vamos juntos
seguindo os passos seus.

3. Formamos a Igreja,
o corpo do Senhor.
Que em nós o mundo
veja a luz do seu amor.

4. Foi Deus quem deu outrora,
ao povo o pão do céu;
porém, nos dá agora,
o próprio Filho seu.

5. Será bem mais profundo
o encontro, a comunhão,
se formos para o mundo
sinal de salvação.

6. A nossa Eucaristia
ajude a sustentar
quem quer, no dia a dia,
o amor testemunhar.
                                                           

Canto Final:
Maria ó mãe cheia de graça

Maria, ó Mãe cheia de graça, Maria, protege os filhos teus. Maria, Maria, nós queremos contigo estar no céu!

1. Aqui servimos a Igreja do teu Filho,  sob o teu Imaculado Coração. Dá-nos a bênção, e nós faremos  da nossa vida uma constante oblação.

2. A nossa vida é feita de esperança. Paz e flores nós queremos semear. Felicidade somente alcança  quem cada dia se dispõe a caminhar.

3. Ah! Quem me dera poder estar agora  festejando lá no céu nosso Senhor. Mas sei que chega a minha hora e, então, feliz, eu cantarei o seu louvor.
                                                                

Missa do 21º Domingo do Tempo Comum - Ano A


Ano A
“TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DE DEUS!”
Dia do Catequista – Vocação Leiga.

Entrada: 
Deus nosso Pai Protetor
(20º ao 23º DTC Ano A)
                                                              



Perdão 
(Refrão)
Perdão, Senhor, para o vosso povo! Perdão, Senhor, para o vosso povo!
(Solo)
Perdão, Senhor, por termos preferido confiar em nossa fraqueza
Sem saber que sois a fortaleza!
Perdão, Senhor, por termos preferido recusar a vossa verdade,
Sem saber que ela é liberdade!
Perdão, Senhor, por termos tantas vezes caminhado sem esperança,
Sem saber que sois a segurança!

Salmo:  137 (138) R: Ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Completai em mim a obra começada!

1. Ó Senhor, de coração eu vos dou graças, porque ouvistes as palavras dos meus lábios! Perante os vossos anjos vou cantar-vos e ante o vosso templo vou prostrar-me.

2. Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, porque fizestes muito mais que prometestes; naquele dia em que gritei, vós me escutastes e aumentastes o vigor da minha alma.

3. Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres, e de longe reconhece os orgulhosos. Ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Eu vos peço: não deixeis inacabada, esta obra que fizeram vossas mãos!
                                                               

                                                           
Aclamação: 

(20º e 22º DTC Ano A)
Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja
E os poderes do reino das trevas jamais poderão contra ela!                                                                    

 
Ofertório: 
A mesa santa
(20º ao 21º DTC Ano A)
                                                                 
Santo

 (Letra: Missal Romano / Música: José Odenir Dalmaschio)
Contato com o 
autor: https://www.facebook.com/joseodenir.dalmaschio

Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo.
O céu e a terra proclamam Vossa Glória!
Hosana! Hosana! Hosana nas alturas!
Bendito o que vem em nome do Senhor!
Hosana! Hosana! Hosana nas alturas!
                                                      

Comunhão:
É bom estarmos juntos

Letra e Música: Ir. Míria T. Kolling
1. É bom estarmos juntos
à mesa do Senhor
e unidos na alegria
partir o pão do amor.

Na vida caminha
quem come deste pão.
Não anda sozinho
quem vive em comunhão.

2. Embora sendo muitos,
é um o nosso Deus.
Com ele vamos juntos
seguindo os passos seus.

3. Formamos a Igreja,
o corpo do Senhor.
Que em nós o mundo
veja a luz do seu amor.

4. Foi Deus quem deu outrora,
ao povo o pão do céu;
porém, nos dá agora,
o próprio Filho seu.

5. Será bem mais profundo
o encontro, a comunhão,
se formos para o mundo
sinal de salvação.

6. A nossa Eucaristia
ajude a sustentar
quem quer, no dia a dia,
o amor testemunhar.
                                                           

Canto Final: 1200 – G – Imaculada                      
(Frei Fabreti)


Refr.: Imaculada Maria de Deus,/ Coração pobre acolhendo Jesus./ Imaculada Maria do povo, / Mãe dos aflitos que estão junto à cruz.

1. Um coração que era "sim" para a vida,/ Um coração que era "sim" para o irmão./ Um coração que era "sim" para Deus:/ Reino de Deus renovando este chão.

2. Olhos abertos pra sede do povo,/ Passo bem firme que o medo desterra./ Mãos estendidas que os tronos renegam,/ Reino de Deus que renova esta terra!

3. Faça-se, ó Pai, vossa plena vontade:/ Que os nossos passos se tornem memória/Do amor fiel que Maria gerou:/ Reino de Deus atuando na história.





Solenidade da Assunção de Nossa Senhora - Ano A


                                                                               
La asunción de la virgen - Eugenio Cajés, 1603

Ano A


“BENDITO É O FRUTO DE TEU VENTRE!”
Vocação à Vida Religiosa e Consagrada.

ENTRADA

De alegria vibrei no Senhor                                                                    


ATO PENITENCIAL

Perdão Piedade de Nós
                                                               

Hino de Louvor:

Gloria a Deus
                                                               

SALMO RESPONSORIAL -  44 (45)
À vossa direita se encontra a rainha, com veste esplendente de ouro de Ofir.

 As filhas de reis vêm ao vosso encontro, / e à vossa direita se encontra a rainha / com veste esplendente de ouro de Ofir.

Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: / “Esquecei vosso povo e a casa paterna! / Que o Rei se encante com vossa beleza! / Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

Entre cantos de festa e com grande alegria, / ingressam, então, no palácio real”.
                                                                  

Aclamação: Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia!

Maria é elevada ao céu; / alegrem-se os coros dos anjos.
                                                             

Canto de preparação das oferendas: 

É grande o Senhor
                                                                   


Santo:
Santo – Frei Luis Turra
                                                               

Canto da comunhão –

Povo de Deus foi Assim

1. Povo de Deus, foi assim: Deus cumpriu a palavra que
diz: "Uma virgem irá conceber", e a visita de Deus me
fez mãe!  Mãe do Senhor, nossa mãe, nós queremos
contigo aprender / A humildade, a confiança total, e
escutar o teu Filho que diz:

Refrão:
Senta comigo à minha mesa, nutre a esperança, reúne
os irmãos! Planta meu reino, transforma a terra,
mais que coragem, tens minha mão!

2. Povo de Deus foi assim: nem montanha ou distância
qualquer / Me impediu de servir e sorrir. Visitei com
meu Deus. Fui irmã!  Mãe do Senhor, nossa mãe, nós
queremos contigo aprender / Desapego, bondade, teu
sim, e acolher o teu Filho que diz:

(Refrão)

3. Povo de Deus, foi assim: meu menino cresceu e
entendeu, Que a vontade do Pai conta mais, e a
visita foi Deus quem nos fez. / Mãe do Senhor, nosso
mãe, nós queremos contigo aprender / A justiça, a
vontade do Pai, e entender o teu Filho que diz:

(Refrão)

4. Povo de Deus, foi assim: da verdade jamais se
afastou. Veio a morte e ficou nosso pão. Visitou-nos
e espera por nós! / Mãe do Senhor, nossa mãe, nós
queremos contigo aprender / A verdade, a firmeza, o
perdão, e seguir o teu Filho que diz:

(Refrão)
                                                         

Final

Se Maria, vais comigo