terça-feira, 7 de junho de 2016

Missa do dia 19/06/2016 – 12º Domingo do tempo comum

Ano C
“Tu és o Messias”


ENTRADA
Jesus Cristo, ontem, hoje e sempre
                                                         
ATO PENITENCIAL
Perdoai nossos pecados
                                                       
 
Hino de Louvor:
Glória a Deus _ Cristiane e Marcos da Matta
                                                                    
SALMO RESPONSORIAL - (62/63)
T. A minh’alma tem sede de vós, como a terra sedenta, ó meu Deus!

Feliz o homem que foi perdoado / e cuja falta já foi encoberta! / Feliz o homem a quem o Senhor / não olha mais como sendo culpado / e em cuja alma não há falsidade!

Eu confessei, afinal, meu pecado / e minha falta vos fiz conhecer. / Disse: “Eu irei confessar meu pecado!” / E perdoastes, Senhor, minha falta.

Sois para mim proteção e refúgio; / na minha angústia me haveis de salvar / e envolvereis a minha alma no gozo. / Regozijai-vos, ó justos, em Deus / e no Senhor exultai de alegria! / Corações retos, cantai jubilosos!
                                                            

Aclamação:
Buscai primeiro
                                                         
 
Canto das oferendas:
Sê bendito senhor para sempre
                                                                   

Santo:
Santo Frei Luiz Turra
                                                                       

Canto da comunhão –
Não existe amor sem entrega
Letra e Música: Frei Gotzon Aulestia (Cantai - CD 4 / CD Venham para a Ceia do Senhor - Paulus)

1 - Não existe amor sem entrega, / não existe amor sem a dor; / é a herança que Cristo nos lega: / Sem amor nada tem valor.
O Senhor nos convida à mesa, / a comer juntos do mesmo pão, / da Palavra, da fé, da esperança / e repartir com o nosso irmão.
2 - É feliz quem perdoa as ofensas, / quando dá nunca, olha o dom; / nem espera ganhar recompensa: / Sem amor nada tem valor.
3 - Quando ao triste arrancaste um sorriso, / teve fome e lhe deste o pão; / é uma dor que tiraste do Cristo: / Sem amor nada tem valor.
4 - Poderás falar línguas estranhas, / poderás ganhar mundo sem fim; / dominar junto a ti muita gente: / Sem amor nada tem valor.
5 - Quando vês o irmão que te chama / e abre a mão esperando um favor, / não pretendas fugir, tem presente: / Sem amor nada tem valor.
                                                            

Final
Quem perde a sua vida por mim


Quem perde a sua vida por mim a
Encontrará, a encontrará, a encontrará
Quem deixa seu pai por mim, sua mãe por
Mim, me encontrará, me encontrará

Não tenhas medo, não tenhas medo, eu
Estou aqui, eu estou aqui

Quem deixa sua terra por mim, seus bens
Por mim, seus filhos por mim, me encontrará

Não tenhas medo, eu conheço aqueles que
Elegi, aqueles que elegi.
                                                                 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.