domingo, 14 de junho de 2015

Missa do dia 14/06/2015 – 11º Domingo do Tempo Comum

“Lançar e vivenciar a semente do reino é dever de todo cristão”

Entrada: Somos gente da esperança

1 - Somos gente da esperança que caminha
rumo ao Pai. Somos povo da Aliança que já sabe aonde vai.

De mãos dadas a caminho, porque juntos somos mais, pra cantar o novo hino de unidade, amor e paz.

2 - Para que o mundo creia na justiça e no amor,
formaremos um só povo, num só Deus, um só Pastor.

3 - Todo irmão é convidado para a festa em
comum: celebrar a nova vida onde todos sejam um.

Perdão: 205 – C – Perdoai nossos pecados

Perdoai nossos pecados / Perdoai nossos pecados / Perdoai nossos pecados ó Senhor / Vosso povo quer amar / Vosso povo é Santo / Vosso povo é Santo / Mas também é pecador!

Tende piedade de nós / Piedade de nós / Piedade de nós, ó Senhor! (2x)

Glória: 242 – E – Glória anjos no céu

GLÓRIA, GLÓRIA, ANJOS NO CÉU CANTAM TODOS SEU AMOR! E NA TERRA, HOMENS DE PAZ: "DEUS MERECE O LOUVOR"!

1. Deus e Pai nós vos louvamos, adoramos bendizemos, damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!

2. Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai, Vós, de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!

3. Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!

4. Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor, com o Espírito divino, de Deus Pai no esplendor!

Salmo Responsorial  / Sl 91

Como é bom agradecermos ao Senhor. (bis)

- Como é bom agradecermos ao Senhor e cantar salmos de louvor ao Deus Altíssimo! Anunciar pela manhã vossa bondade, e o vosso amor fiel, a noite inteira.

- O justo crescerá como a palmeira, florirá igual ao cedro que há no Líbano; na casa do Senhor estão plantados, nos átrios de meu Deus florescerão.

- Mesmo no tempo da velhice darão frutos, cheios de seiva e de folhas verdejantes; e dirão: “É justo mesmo o Senhor Deus: meu Rochedo, não existe nele o mal!”

Aclamação:

Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! (bis)

Semente é de Deus a Palavra, o Cristo é o semeador; todo aquele que o encontra, vida eterna encontrou.

Ofertório: 449 - A

1 - As sementes que me deste e que não eram pra guardar, pus no chão da minha vida, quis fazer frutificar.

Dos meus dons que recebi pelo Espírito de amor trago os frutos que colhi e em tua mesa quero pôr. (bis)

2 - Pelos campos deste mundo quero sempre semear, os talentos que me deste para eu mesmo cultivar.

3 - Quanto mais eu for plantando mais terei para colher, quanto mais eu for colhendo, mais terei a oferecer.

Santo: 1661 -  F

Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo (2x)

(Refrão)
Os céus e terra proclamam vossa glória
Hosana nas alturas, Hosana nas alturas! (2x)

(Refrão)
Bendito o que vem em nome do senhor
hosana nas alturas, hosana nas alturas


Paz – 651 - Aperte a minha mão - G

G                   
Aperte a minha mão irmão
    Em                        Am        D
quero te dar a paz, do meu Senhor.

       G                                          Em
Me dê um abraço forte, bem mais forte
                                Am         D
do que forte, num gesto de amor.

   C                 D                  G    D/F#     Em
A paz do Senhor eu quero te dar, meu irmão,
           Am                    D                        G
Com toda alegria que existe no meu coração. (bis)

Comunhão – Procuro Abrigo nos Corações
         (D. Carlos Alberto Navarro / Waldeci Farias)

Procuro abrigo nos corações, / de porta em porta desejo
entrar. / :Se alguém me acolhe com gratidão, / faremos
juntos a refeição.: (2x)

1. Eu nasci pra caminhar assim, / dia e noite, vou até o fim. /
O meu rosto o forte sol queimou, / meu cabelo o orvalho
já molhou. / Eu cumpro a ordem do meu coração.

2. Vou batendo até alguém abrir. / Não descanso: o amor me
faz seguir. / É feliz quem ouve a minha voz / e abre a porta;
entro bem veloz. / Eu cumpro a ordem do meu coração.

3. Junto à mesa vou sentar depois / e faremos refeição, nós
dois. / Sentirá seu coração arder; / e esta chama tenho que
acender. / Eu cumpro a ordem do meu coração.

4. Aqui dentro o amor nos entretém; / e lá fora, o dia eterno
vem. / Finalmente nós seremos um / e teremos tudo em
comum. / Eu cumpro a ordem do meu coração.

Final: 1200 – G – Imaculada
                                (Frei Fabreti)

Refr.: Imaculada Maria de Deus,/ Coração pobre acolhendo Jesus./
Imaculada Maria do povo, / Mãe dos aflitos que estão junto à cruz.

1. Um coração que era "sim" para a vida,/ Um coração que era "sim" para o irmão./ Um coração que era "sim" para Deus:/ Reino de Deus renovando este chão.

2. Olhos abertos pra sede do povo,/ Passo bem firme que o medo desterra./ Mãos estendidas que os tronos renegam,/ Reino de Deus que renova esta terra!

3. Faça-se, ó Pai, vossa plena vontade:/ Que os nossos passos se tornem memória/Do amor fiel que Maria gerou:/ Reino de Deus atuando na história.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.