domingo, 7 de junho de 2015

Missa do dia 07/06/2015 – 10º Domingo do Tempo Comum

Entrada – Tu És a Razão da Jornada 1423 D
                                                       José Acácio Santana

Entrada: 125 – Dm - Vamos todos à casa de Deus
                                    Pe. Josmar Braga / Robert Jeff

1 - Vamos todos à casa de Deus
Do Deus que alegra nossa vida
A Igreja é a imagem dos céus
Nós somos a família reunida

2 – O altar é a mesa de Deus
Do amor que se faz nossa comida
Ao redor dessa mesa Senhor
Nós somos a família reunida

3 – Deus, que é pai, é também nosso irmão
A graça que nos dá é sua vida
Adorando e pedindo perdão
Nós somos a família reunida

Perdão: 205 – C – Perdoai nossos pecados

Perdoai nossos pecados / Perdoai nossos pecados / Perdoai nossos pecados ó Senhor / Vosso povo quer amar / Vosso povo é Santo / Vosso povo é Santo / Mas também é pecador!

Tende piedade de nós / Piedade de nós / Piedade de nós, ó Senhor! (2x)

Glória: 242 – E – Glória anjos no céu

GLÓRIA, GLÓRIA, ANJOS NO CÉU CANTAM TODOS SEU AMOR! E NA TERRA, HOMENS DE PAZ: "DEUS MERECE O LOUVOR"!

1. Deus e Pai nós vos louvamos, adoramos bendizemos, damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!

2. Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai, Vós, de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!

3. Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!

4. Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor, com o Espírito divino, de Deus Pai no esplendor!

Salmo Responsorial  / Sl 129 (130)

No Senhor toda a graça e redenção!

Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, / escutai a minha voz! / Vossos ouvidos estejam bem atentos / ao clamor da minha prece!

Se levardes em conta as nossas faltas, / quem haverá de subsistir? / Mas em vós se encontra o perdão, / eu vos temo e em vós espero.

No Senhor ponho a minha esperança, / espero em sua palavra. / A minh’alma espera no Senhor / mais que o vigia pela aurora.

Espere Israel pelo Senhor, / mais que o vigia pela aurora! / Pois no Senhor se encontra toda a graça / e copiosa redenção. / Ele vem libertar Israel / de toda a sua culpa.

Aclamação: 382 – D - Buscai Primeiro

Buscai primeiro o Reino de Deus
E a sua justiça
E tudo mais vos será acrescentado
Aleluia! Aleluia!

Não só de pão o homem viverá,
Mas de toda palavra
Que procede da boca de Deus
Aleluia! Aleluia!

Ofertório: 449 - A

1. Que maravilha, Senhor, estar aqui!
Sentir-se Igreja reunida a celebrar.
Apresentando os frutos do caminho,
No pão e vinho,ofertas deste altar.

Ref.: Bendito sejais por todos os dons!
Bendito sejais pelo vinho e pelo pão!
Bendito, bendito,
Bendito seja Deus para sempre.(Bis)

2. Que grande bênção servir nesta missão,
Missão de Cristo, tarefa do cristão.
Tornar-se Igreja, Formar comunidade,
Ser Solidário, tornar-se um povo irmão.

3. Que graça imensa viver a mesma fé;
Ter esperança a um mundo bem melhor;
Na caridade sentir-se familiares,
Lutando juntos em nome de Senhor.

Santo: 1661 -  F

Santo, três vezes Santo, mil vezes santo. Santo é o Senhor. (2x)

O céu e a terra proclamam que Deus é poderoso, que Deus é mil vezes santo. Milhares de vozes proclamam num coro harmonioso que Deus é mil vezes santo.

E nós reunidos aqui também proclamamos que Deus é Santo, é Santo, é Santo. E nós reunidos aqui também proclamamos que Deus é Santo, é Santo, é Santo.

E santo é aquele que vem, aquele que vem em nome do Pai. Jesus também é santo. Jesus também é santo. Jesus também é santo.

Paz – 659 A

Deste altar é que nos vem a paz, tudo de bom que o bom Jesus nos traz...
Que bom sorrir! E um coração no coração sentir!

Só ama a Deus quem ao outro quer bem.
Feliz quem faz feliz o irmão.
Aperto a tua mão, amigo! Conta comigo e com o meu coração! (Bis)

Comunhão – 736 – C – Eis que sou o pão da vida
                                             Casimiro Vidal Nogueira

Todo aquele que comer do meu corpo que é doado
Todo aquele que beber do meu sangue derramado
E crê nas minhas palavras que são plenas de vida
Nunca mais sentirá fome e nem sede em sua lida

Eis que sou o Pão da Vida
Eis que sou o Pão do céu
Faço-me vossa com comida
Eu sou mais que leite e mel

O meu Corpo e meu Sangue são sublimes alimentos
Do fraco indigente é vigor, do faminto é o sustento
Do aflito é consolo, do enfermo é a unção
Do pequeno e excluído, rocha viva e proteção

Eis que sou o Pão da Vida
Eis que sou o Pão do céu
Faço-me vossa com comida
Eu sou mais que leite e mel

Eu sou o Caminho, a Vida, Água Viva e a Verdade
Sou a paz e a luz, sou a própria liberdade
Sou a Palavra do Pai que entre vós habitou
Para que vós habiteis na Trindade onde estou

Eis que sou o Pão da Vida
Eis que sou o Pão do céu
Faço-me vossa com comida
Eu sou mais que leite e mel

Eu sou a Palavra Viva que sai da boca de Deus
Sou a lâmpada para guiar vossos passos, irmãos meus
Sou o rio, eu sou a ponte, sou a brisa que afaga
Sou a água, sou a fonte, fogo que não se apaga

Final: 1200 – G – Imaculada

Refr.: Imaculada Maria de Deus,/ Coração pobre acolhendo Jesus./
Imaculada Maria do povo, / Mãe dos aflitos que estão junto à cruz.

1. Um coração que era "sim" para a vida,/ Um coração que era "sim" para o irmão./ Um coração que era "sim" para Deus:/ Reino de Deus renovando este chão.

2. Olhos abertos pra sede do povo,/ Passo bem firme que o medo desterra./ Mãos estendidas que os tronos renegam,/ Reino de Deus que renova esta terra!


3. Faça-se, ó Pai, vossa plena vontade:/ Que os nossos passos se tornem memória/Do amor fiel que Maria gerou:/ Reino de Deus atuando na história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.