Missa do 2º Domingo da Quaresma - 01/03/2015

É preciso dar sinais de esperança!

Entrada - Irei a Ti

Intro: Fmaj7  G  Cmaj7  G
      Fmaj7 G                  Em7  Amaj7            Dm7/9 Gmaj7               Cmaj7 G
Irei a Ti,     Senhor dos Senhores,      Pai da eternidade,      Deus de eterno amor.
      Fmaj7 G                  Em7  Amaj7            Dm7/9 Gmaj7               Cmaj7 G
Irei a Ti,     com hinos de glória.      Cantando a vitória      de um Deus Vencedor.

Gmaj7    Cmaj7    G#dim     Am7    Am7/C  Dm7       Dm7/C  Dm7/G
     No deserto teu povo, Senhor.    Teve     fome, mas teve alegria.
Dm7/A Dm7   Dm7/A      Dm7/B   Dm7/A      Fmaj7         Gmaj7     Cmaj7
Ani---mados cantavam louvores.       Ao Senhor, que dá o pão, que sacia
Gmaj7    Cmaj7     C7/9        Fmaj7      G7/9m     E7      Fmaj7
      Preferida de Deus, povo eleito:  Protegido por imenso amor.
   F#dim        G11    Cmaj7   Am7  Dm7/9    Gmaj7      Cmaj7 G
Como nuvem as cobria do sol.    Como  brisa aliviada o calor.

Este povo às vezes cansado, sem coragem, querendo voltar, /
mas chorando pedia perdão: "Meu Senhor, vamos recomeçar!" /
Sim, iremos a Ti, Pai de amor, como o povo da tua aliança, /
mesmo quando esquecemos tuas leis, muitas vezes perdendo a esperança.

Hoje, povo da Nova Aliança, prosseguimos, fazendo a história, /
esperando por Cristo que vem com poder majestoso em sua glória. /
Nós iremos a Ti, meu Jesus, como ovelhas que seguem o pastor. /
Peregrino, este povo é teu povo, caminhamos pra Ti, meu Jesus.


Perdão: (180) Dm

Eu confesso a Deus e a vos, irmãos,
Tantas vezes pequei, não Fui fiel:
Pensamentos e palavras, atitudes, omissões...
Por minha culpa, tão grande culpa.

Senhor, piedade! Cristo Piedade!
Tem piedade Ó Senhor! (bis)

Peço a Virgem Maria, nossa Mãe
E a vos, meus irmãos, rogueis por mim
A Deus Pai que Nos perdoa e nos sustenta Em sua mão.
Por seu amor, tão grande amor.

Salmo:
— Andarei na presença de Deus, junto a ele na terra dos vivos.

— Guardei a minha fé, mesmo dizendo:/ “É demais o sofrimento em minha vida!”/ É sentida por demais pelo Senhor/ a morte de seus santos, seus amigos.

— Eis que sou o vosso servo, ó Senhor,/ vosso servo que nasceu de vossa serva;/ mas me quebrastes os grilhões da escravidão!/ Por isso oferto um sacrifício de louvor,/ invocando o nome santo do Senhor.

— Vou cumprir minhas promessas ao Senhor/ na presença de seu povo reunido;/ nos átrios da casa do Senhor,/ em teu meio, ó cidade de Sião!

Aclamação: (986) G

 Louvor e glória a ti, senhor, Cristo, palavra.. palavra de Deus;

Numa nuvem resplendente fez-se ouvir a voz do Pai: Eis meu Filho muito amado, escutai-o, todos vós.

Ofertório: (518) D
Sê bendito, Senhor, para sempre / Pelos frutos das nossas jornadas!
Repartidos na mesa do reino, / Anunciam a paz almeijada!

Senhor da vida, / Tu és a nossa salvação!
Ao preperarmos a tua mesa, / Em ti buscamos ressurreição!

Sê bendito, Senhor, para sempre / Pelos mares, os rios e as fontes!
Nos recordam a tua justiça, / Que nos leva a um novo horizonte!
Sê bendito, Senhor, para sempre / Pelas bençãos qual chova torrente!
Tu fecundas o chão desta vida / Que abriga uma nova semente!

Santo: (607) A

 A                               E                                 E7                          A
Santo, Santo é o Senhor, Terra e céu, cantam em seu louvor.
                A7                          D                                A           E                A
Santo proclamam suas criaturas. Hosana, Hosana, Hosana nas Alturas.
D                                         A                                E  E7    A
Hosana cantemos Hosana louvemos com filial ternura.
 D                                         A                              Bm                           E            
Bendito é o que vem em nome do Criador. Bendito é o que traz a paz
                 E7            A          D       E   A
em plenitude do Amor. Hosa........na.

Comunhão: A

              A                                Bm7
1*- Peregrinamos entre luz e sombras
          E7                                  A
A cruz nos pesa, o mal nos desfigura,
                     F#m                  C#m
Mas na oração e na palavra achamos
       B7                                         E7
A tua graça, que nos transfigura!



                           A                              D
REF: Provai e vede como Deus é bom
Bm7                 E7                           A
Feliz de quem no seu amor confia!
                    F#7                           Bm
Em Jesus Cristo se faz graça e dom,
          E                                       A
se faz palavra e pão na eucaristia.



2- A nossa igreja, Ó pai, se faz caminho
Na direção da páscoa de Jesus.
Vem, nos ajuda a renascer das cinzas
Na caminhada, vem ser força e luz.



3- Quando, na vida, andamos no deserto
E a tentação vem nos tirar a paz,
A fortaleza e a palavra certa
Em ti buscamos, Deus de nossos pais

4*- Ó pai, teu povo busca vida nova
na direção da páscoa de Jesus.
Em nossa fronte, o sinal de cinzas,
na caminhada, vem ser força e luz!



5- Ó Deus, conheces nosso sofrimento,
Há muita dor, é grande a aflição
Transforma em festa nossa dor-lamento,
Acolhe os frutos bons da conversão

6- Quando o pecado nos consome e fere,
E em ti buscamos a paz do perdão,
O nosso rio de aflição se perde
No mar profundo do teu coração

7- Porque ficar em coisas já passadas?
O teu perdão liberta e nos renova.
O teu amor nos abre nova estrada,
Traz alegria e paz nos revigora.

As estrofes 1 e 4 foram trocadas para maior ênfase à liturgia do dia.

Final:
Campanha da Fraternidade 2015
                             
Pe José Antônio de Oliveira


   C                                                          Dm     G7
1. Em meio às angústias, vitórias e lidas,
                                                                        C
no palco do mundo, onde a história se faz (cf. GS 2),
F                                                      Dm
sonhei uma Igreja a serviço da vida.
  G                                                         C
Eu fiz do meu povo os atores da paz!
Em                     F                G            C
Eu fiz do meu povo os atores da paz

F                         G             C    Am
Quero uma Igreja solidária,
    A7            Dm
servidora e missionária,
G7                     C
que anuncia e saiba ouvir.
F             Am
A lutar por dignidade,
                Em
por justiça e igualdade,
G7                    C
pois "Eu vim para servir" (Mc 10,45).



2. Os grandes oprimem, exploram o povo,
mas entre vocês bem diverso há de ser.
Quem quer ser o grande se faça de servo:
/:Deus ama o pequeno e despreza o poder:

3. Preciso de gente que cure feridas,
que saiba escutar, acolher, visitar.
Eu quero uma Igreja em constante saída (EG, 20),
/:de portas abertas, sem medo de amar!:

4. O meu mandamento é antigo e tão novo:
Amar e servir como faço a vocês.
Sou mestre que escuta e cuida seu povo,
/:um Deus que se inclina e que lava seus pés:

5. As chagas do ódio e da intolerância
se curam com o óleo do amor-compaixão (cf. Lc 10,29ss).
Na luz do Evangelho, acende a esperança.
/:Vem! Calça as sandálias, assume a missão!:


Comentários

  1. MUITO BEM!! Parabéns Jose Carlos pela iniciativa. Estamos também reformulando nosso folheto da Catedral, e também criei um blog de divulgação das músicas, e a partir desta semana, também postarei partituras e cifras -> http://catedralcolatinacantos.blogspot.com.br/. Mas nos permita, de vez em quando, "roubar" idéias e sugestões de cantos!! Grande abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Missa do dia 21/01/2018 – 3º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Missa do dia 25/12/2017 – Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo – Ano B

Missa do dia 29/04/2018 - 5º Domingo da Páscoa - Ano B