terça-feira, 24 de janeiro de 2017

4º Domingo do Tempo Comum – Ano A

(Cor litúrgica: verde)

OS FRACOS CONFUNDEM OS FORTES!


Sermon on the Montain_1896_Károly Ferenczy



Refrão: toda a terra de adore,Canto novo ao Senhor que é Deus
Canta, agora, ó terra inteira/
No seu santo templo brilham/
Majestade e Beleza.

1. venham todos, com alegria, aclamar nosso senhor,
Caminhando ao seu encontro, proclamando seu louvor
Ele é o rei dos reis
E dos deuses o maior.

2. tudo é dele: abismos, montes, mar e terra ele formou.
De joelhos adoremos este deus que nos criou,
Pois nós somos seu rebanho e ele é nosso pastor.

3. ninguém feche o coração, escutemos sua voz.
Não sejamos tão ingratos, tal e qual nossos avós
Mereçamos o que ele tem guardado para nós.
4. glória ao pai que nos acolhe e a seu filho salvador.
Igualmente demos glória ao espírito de amor.
Hoje e sempre, eternamente, cantaremos seu louvor.
                                                                 


Perdão

Piedade de Nós

Hino de Louvor:  

Glória – M Crist e M Matta

                                                          

SALMO RESPONSORIAL – SL 145 (146)

R: Felizes os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus. (2x)

1 - O Senhor é fiel para sempre, faz justiça aos que são oprimidos;
Ele dá alimento aos famintos, é o Senhor quem liberta os cativos.

2 - O Senhor abre os olhos aos cegos, o Senhor faz erguer-se o caído;
o Senhor ama aquele que é justo. É o Senhor quem protege o estrangeiro.

3 - Ele ampara a viúva e o órfão, mas confunde o caminho dos maus.
O Senhor reinará para sempre! Ó Sião, o teu Deus reinará para sempre e por todos os séculos!
                                                                       


Aclamação:

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia

Meus discípulos, alegrai-vos, exultai de alegria, pois bem grande é a recompensa que nos céus tereis um dia!
                                                                        

                                                
Ofertório:
(2º ao 5º DTC)

De mãos estendidas, ofertamos,
o que de graça recebemos.
 (Bis)

1. A natureza tão bela, 
que é louvor, que é serviço, 
o sol que ilumina as trevas, 
transformando-as em luz. 
O dia que nos traz o pão, 
e a noite que nos dá repouso.
Ofertamos ao Senhor,
o louvor da criação.

2. Nossa vida toda inteira 
ofertamos ao Senhor, 
como prova de amizade, 
como prova de amor.
Com o vinho e com o pão,
ofertamos ao Senhor 
nossa vida toda inteira, 
o louvor da criação.
                                                                 



Santo:

 (Letra: Missal Romano / Música: José Odenir Dalmaschio)

Contato com o 
autor: https://www.facebook.com/joseodenir.dalmaschio

Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo.
O céu e a terra proclamam Vossa Glória!
Hosana! Hosana! Hosana nas alturas!
Bendito o que vem em nome do Senhor!
Hosana! Hosana! Hosana nas alturas!
                                                      

Comunhão:
Sermão da Montanha (Felizes os pobres)
4º ao 10º DTC Ano A

                                                                  


Final:

O Amor de Deus

O amor de Deus se mostra em pleno sol
Flore o jardim, dá vida ao beija-flor
Brinca no mar e as nuvens põe no céu
Pra me dizer: grande é teu valor!
Grande é teu valor!

O amor de Deus vem antes e depois
E vai além dos sonhos que aprendi
Não se desfaz, nem mesmo ao dizer não
É a luz que diz: filho, é por aqui!
Filho, é por aqui!

O amor de Deus renova os corações
Fala de paz, reparte sempre o pão
Fere o temor, enfrenta os desafios
Me faz dizer: tudo bem, irmão!
Tudo bem, irmão!

O amor de Deus compõe e recompõe
Estende a mão, jamais exclui alguém
Frente ao rancor, se firma no perdão
Fazendo ver: eu te quero bem!
Eu te quero bem!
                                                                

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.