quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Missa do dia 14/02/2016 – 1º domingo da Quaresma



CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA:
 “CASA COMUM, NOSSA RESPONSABILIDADE”.
                                                       ANO DA MISERICÓRDIA
 







Entrada:
1. CANTO DE ENTRADA

R.: EIS O TEMPO DE CONVERSÃO, EIS O DIA DA SALVAÇÃO: AO PAI VOLTEMOS, JUNTOS ANDEMOS. EIS O TEMPO DE CONVERSÃO.
/ 1. Os caminhos do Senhorsão verdade, são amor. Dirigi os passos meus: em vós espero, ó Senhor!/
2. Ele guia ao bom caminho quem errou e quer voltar. Ele é bom, fiel e justo. Ele busca e vem salvar./
3. Viverei com o Senhor. Ele é o meu sustento. Eu confio mesmo quando minha dor não mais aguento./
4. Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer.
Libertai o vosso servo e fazei-o reviver!/
5. A palavra do Senhor é a luz do meu caminho; Ela é vida, é alegria. Vou guardá-la com carinho./
6. Sua lei, seu mandamento é viver a caridade. Caminhemos todos
juntos, construindo a unidade!


Ato Penitencial
P. O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos
chama à conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai.

(Silêncio)

P. Senhor, que nos mandastes perdoar-nos mutuamente antes de nos
aproximar do vosso altar, tende piedade de nós.
T. Senhor, tende piedade de nós.

P. Cristo, que na cruz destes o perdão aos pecadores, tende piedade de nós.
T. Cristo, tende piedade de nós.
P. Senhor, que confiastes à vossa Igreja o ministério da reconciliação,
tende piedade de nós.
T. Senhor, tende piedade de nós.
P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.
T. Amém
      
Salmo 90 (91)

R.: Em minhas dores, ó Senhor, permanecei junto de mim! (bis)

- Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: “Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente”.
- Nenhum mal há de chegar perto de ti, nem a desgraça baterá à tua porta; pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos para em todos os caminhos te guardarem.
- Haverão de te levar em suas mãos, para o teu pé não se ferir nalguma pedra. Passarás por sobre cobras e serpentes, pisarás sobre leões e outras feras.
- Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores.
 
Aclamação:

Louvor e Glória a ti Senhor, Cristo, Palavra de Deus.
O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra da boca de Deus.


Canto das oferendas:
Refrão: todo povo sofredor
O seu pranto esquecerá
/: pois o que plantou na dor
Na alegria colherá! (bis)

1. retornar do cativeiro,
Fez-se sonho verdadeiro,
Sonho de libertação.
Ao voltarem os exilados,
Deus trazendo os deportados,
Libertados pra sião!

2. nós ficamos tão felizes,
Nossa boca foi sorrisos,
Nossos lábios só canções!
Nós vibramos de alegria
"o senhor fez maravilhas",
Publicaram as nações!

3. ó senhor, deus poderoso,
Não esqueçais o vosso povo
A sofrer na escravidão.
Nos livrai do cativeiro,
Qual chuvada de janeiro
Alagando o sertão.

4. semeando na agonia,
Espalhando cada dia
A semente do amanhã
A colheita é uma alegria,
Muito canto e euforia
É fartura, é canaã.



Santo:


Canto da comunhão –
18. CANTO DE COMUNHÃO
R.: EU VIM PARA QUE TODOS TENHA VIDA, / QUE TODOS TENHAM VIDA PLENAMENTE. /

1. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu senhor; / Reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão: / onde está o teu irmão, eu estou presente nele. /

2. "Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males" / Hoje és minha presença junto a todo sofredor: / onde sofre o teu irmão, eu
estou sofrendo nele. /

3. "Entreguei a minha vida pela salvação de todos" / Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: / onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele. /

4. "Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido." / Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: / onde salvas teu
irmão, tu me estás salvando nele. /

5. "Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo." / É presença
e alimento nesta santa comunhão: / onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.

6. Salvará a sua vida quem a perde, quem a doa. Eu não deixo perecer nenhum daqueles que são meus. Onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.

7. Da ovelha desgarrada eu me fiz o Bom Pastor. Reconduze, acolhe e guia a quem de mim se extraviou. Onde acolhes teu irmão, tu me acolhes, também, nele.



Final
Hino da CF Ecumênica 2016

1. Eis, ó meu povo, o tempo favorável Da conversão que te faz mais feliz. * Da construção de um mundo sustentável, * “Casa comum” - é teu Senhor quem diz:

Quero ver, como fonte, o direito * A brotar; a gestar tempo novo; * E a justiça, qual rio, em seu leito, * Dar mais Vida pra vida do povo.

2. Eu te carrego sob as minhas asas; * Te fiz a terra com mãos de ternura; * Vem, povo meu, cuidar da nossa asa! * Eu sonho o verde, o ar, a água pura.

3. Te dei um mundo de beleza e cores, * Tu me devolves esgoto e fumaça. * Criei sementes de
remédio e flores; * Semeias lixo pelas tuas praças.

4. Justiça e paz, saúde e amor têm pressa; * Mas, não te esqueças, há uma condição: * O saneamento de um lugar começa * Por sanear o próprio coração.

5. Eu sonho ver o pobre, o excluído * Sentar-se à mesa da fraternidade; * Governo e povo trabalhando unidos, * Na construção da nova sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.