terça-feira, 25 de julho de 2017

Missa da Transfiguração do Senhor - Ano A

“SEU ROSTO BRILHOU COMO O SOL!”
Dia da vocação ao ministério ordenado.
                                                                     
Transfiguration_Carl Heinrich Bloch
Entrada: 

Acolhe os Oprimidos
(17º ao 19º DTC Ano A)
                                                                              

                                                                                            


ATO PENITENCIAL
Por nossas fraquezas humanas
Por nossas fraquezas humanas, Senhor tende piedade!
Por nosso injusto egoísmo, Senhor tende piedade!

Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!
Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!

Porque eu não fui solidário, Senhor tende piedade!
Porque fomos indiferentes, Senhor tende piedade!

Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!
Por nossas faltas de fé e de amor, Piedade, piedade senhor!
                                                                  

Hino de Louvor:Glória, glória anjos no céu
                                                         
Salmo:  96 (119) R: Deus é Rei, é o Altíssimo, / muito acima do universo.
1. Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, / e as ilhas numerosas rejubilem! / Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, / que se apoia na justiça e no direito.

2. As montanhas se derretem como cera / ante a face do Senhor de toda a terra; / e assim proclama o céu sua justiça, / todos os povos podem ver a sua glória.

3. Porque vós sois o Altíssimo, Senhor, / muito acima do universo que criaste, / e de muito superais todos os deuses.
                                                     


Aclamação:
(18º e 19º DTC Ano A)
                                                            



Ofertório: A mesa santa
(16º ao 19º DTC Ano A)
                                                                  
Santo
Santo Deus do Universo
                                                             
Doxologia
O grande amém
                                                              
Comunhão: 
Então da nuvem luminosa

Refrão: Então, da nuvem luminosa dizia uma voz:
"este é meu Filho amado, escutem sempre o que ele diz!"

1. transborda um poema do meu coração:
Vou cantar-vos, ó rei, esta minha canção

2. sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens!
Porque Deus, para sempre, vos deu sua benção

3. levai vossa espada de glória no flanco
Herói valoroso, no vosso esplendor

4. saí para a luta no carro de guerra
Em defesa da fé, da justiça e verdade!

5. vosso trono, ó Deus, é eterno, sem fim
Vosso cetro real é sinal de justiça

6. vós amais a justiça e odiais a maldade
É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo

7. cantarei vosso nome de idade em idade
Para sempre haverão de louvar-vos os povos!


Final: 

O amor de Deus cobriu
                                                                              

Nenhum comentário:

Postar um comentário